SOBRE NÓS

A criação do Instituto Origem foi o resultado de um processo de reflexão
baseado em tudo o que vivemos e em todas as necessidades que tivemos
dentro de nossa caminhada em busca por uma vida saudável e em harmonia com a natureza.

Sabíamos, desde novos, que queríamos este estilo de vida: a simplicidade, a oportunidade para plantar e colher, observar o céu e os animais, a mudança das estações… Além de nos dispormos o valioso tempo necessário para o autoconhecimento. No sentido mais amplo deste termo, descobrir quais são os sentimentos que nos limitam, os desejos que nos foram impingidos por vivermos numa cultura de consumo e, por fim, nos integrarmos, nos contentando e sendo felizes com o fato de estarmos vivos.

Movidos por esta busca, conhecemos a cidade de São Thomé das Letras no sul de Minas Gerais, com muitas cachoeiras, montanhas e pessoas que também procuravam um modo de vida semelhante ao que buscávamos. Os ventos sopraram a favor e nós conseguimos um sítio na área rural da cidade. Um lugar calmo com uma majestosa cachoeira nos limites da propriedade. Iniciava-se aí uma oportunidade para realizarmos nossos sonhos.

Neste momento, no entanto, nos deparávamos com nossas limitações e
dificuldades. Pelo fato de termos sido educados numa cultura urbana, não sabíamos plantar, não sabíamos construir, não sabíamos preparar alimentos que suprissem nossa necessidade nutricional e sequer tínhamos recursos financeiros para desenvolver tudo isso. Apercebidos disso, rumamos conscientemente para outras atividades profissionais, ligadas à alimentação, as quais ao longo dos anos permitiriam que nos estruturássemos e nos preparássemos, lançando bases para o que vivenciamos no momento presente aqui no sítio.

Neste período, começamos então a procurar dentro e fora do Brasil instrutores de referência e cursos voltados para Bioarquitetura (projetos arquitetônicos utilizando materiais naturais), Permacultura (cultura que engloba métodos holísticos para planejar, atualizar e manter sistemas de escala humana como jardins, vilas, aldeias e comunidades que sejam ambientalmente sustentáveis,

socialmente justas e financeiramente viáveis), Sistemas A agroflorestais (produção de alimentos orgânicos consorciados com a criação de florestas e recursos naturais), Alimentação Inteligente (produção de alimentos que, além de saborosos respeitam o meio ambiente, os animais e utilizam formas de preparação que conservam todo o seu potencial nutritivo). Conforme absorvíamos estes ensinamentos, íamos aplicando em nosso sítio. Criamos o projeto de nossa casa e o executamos com a ajuda de amigos. Tornamos a propriedade numa produtora de alimentos orgânicos certificados. Ao olharmos para o passado, constatamos como tudo teria sido mais fácil, inicialmente, caso houvesse esse embasamento.

Nossa trajetória também nos mostrou e nos fez compreender parte dos diversos problemas da sociedade moderna, decorrentes do êxodo rural, que teve início com a chamada revolução industrial. Quando migramos do campo para os centros urbanos, perdemos também com isso parte dos costumes, da autonomia e da sabedoria herdada de gerações passadas. Nossa geração colhe os efeitos deste processo. Onde antes havia uma alimentação saudável, hoje há alimentos processados, produzidos com agrotóxicos, fertilizantes químicos, conservantes e corantes artificiais. A arquitetura vernacular, orgânica, feita com recursos do próprio ambiente, foi substituída por edificações apertadas, feitas com materiais tóxicos. A água pura colhida de nascentes, hoje é encanada e tratada com substâncias químicas. Um dos
efeitos da aglomeração de  pessoas em cidades foi a necessidade de produção de alimentos em escalas industriais, utilizando-se técnicas que poluem os rios, degrada florestas e prejudica diversas formas de vida com os venenos oriundos da produção. Ao consumirmos muito dos recursos naturais, devolvemos pouco e  contribuímos com a sua degradação. 

Em contrapartida, não negamos os benefícios provenientes deste processo de transformação social. Em suma, a facilidade de acesso à informação que nos permite fomentar e difundir conhecimentos essenciais que visam a resgatar aquilo que entendemos como o nosso maior tesouro: a capacidade de nos relacionarmos com a natureza, colhendo o que ela nos oferece e retribuindo com tecnologias que criam recursos em lugar d e diminuí-los. Tornando-nos assim seres queridos para o planeta.

Movidos por este sentimento, criamos o Instituto Origem, o direcionando para pessoas que questionam e querem uma vida mais saudável, em harmonia com a natureza. Reunimos profissionais capacitados para oferecer tecnologias que construirão a capacidade para viver no campo com maior independência alimentar, energética e construtiva. A fim de resgatar o potencial criativo e lúdico que nos habita, mostrando que somos capazes de assumir os prejuízos causados no passado e construir assim um novo futuro. Integrando e  harmonizando o conforto da sociedade moderna com o respeito pelo planeta terra.

MISSÃO

Resgatar o que realmente é o nosso maior tesouro: a habilidade de se relacionar com a natureza colhendo o que ela nos oferece e retribuindo com a tecnologias que criam recursos ao invés de diminuí-los, nos tornando assim seres queridos para o Planeta!

OBJETIVO

Oferecer informações, produtos e serviços que gerem mais independência alimentar, energética e construtiva às pessoas. Além, de ajudá-las a resgatar o potencial criativo e lúdico que existe dentro delas, mostrando que somos capazes de assumir os prejuízos causados no passado, e fazer um futuro diferente, integrando e harmonizando o conforto da sociedade moderna e o respeito ao Planeta Terra.

EQUIPE DO INSTITUTO

RAMON

SENRA

Ramon é apaixonado pela vida e se inspira pela natureza. Gosta de usar seu tempo para desenvolver projetos que façam sentido na relação harmoniosa com o planeta. Tem muito prazer em plantar alimentos e florestas.

BRUNA

REIS

Bruna é uma mulher de gostos simples e poucas palavras, mas com questionamentos pra lá de complexos que a levaram a mudar o modo de pensar, viver e sentir esse planeta. Curiosa e disposta a descobrir coisas inovadoras e também a resgatar hábitos antigos que possam contribuir para um melhor viver.

RAFAEL

SENRA

Rafael gosta de contar histórias, algo que ele não faz apenas na literatura, mas com desenhos e as vezes até mesmo com músicas. E por estar em um país onde a arte e a educação sempre precisam de uma
mãozinha a mais, tornou-se também professor, para ajudar a circular saberes,
sabores e inspirações

MATHEUS

MAGALHÃES

Matheus é um aprendiz da terra e amante da música. Contribui com a sua energia pelo zelo do instituto e acrescenta com suas ideias pelo aprimoramento de nosso espaço. Gosta de cachoeira, fazer trilhas, brincar com seus filhos, além de trabalhar com o bambu e produzir músicas.

MARIANA

GUIMARÃES

Mariana é mãe do Miguel e Enarê, apoixonada pelas plantas e toda natureza, de onde vem a sua inspiração e amor pela vida e os despertares que ela proporciona. Gosta de aprender com as flores a natureza cíclica de todas as coisas. Encontrou a sua forma de ser e estar no mundo, através do cuidado consigo mesma, com os outros e com a terra.

IGOR

RUAS

Igor é um entusiasta da vida no campo e da natureza, adora comungar do silêncio e da quietude que dela procedem. Tem muito prazer em fazer música e proporciona-la, plantar e colher e vê em sua relação com a terra uma oportunidade de encontro para consigo mesmo.

MIGUEL

GUIMARÃES

Miguel é um nerd declarado, transita entre a tecnologia e a natureza com muita
facilidade. Gosta de ler, nadar na cachoeira e trocar experiência com os
visitantes do instituto.

ENARÊ

GUIMARÃES

Enarê é um novo descobridor deste mundo, está desenvolvendo suas  habilidades e alegra o nosso ambiente.

ALEX

SILVA

Alex é apaixonado pela criação, o conhecimento e por dar identidade aos sonhos dos amigos.

Cauê

São Thomé

Cauê é um Letrense de coração e admirador deste planeta azul. Viajando por ele, busca conhecimento e inspiração para filmar e fotografar as experiências que compartilhamos. Segue com amor sua caminhada, no fluxo do universo e sempre em parceria com a mãe natureza.